jusbrasil.com.br
16 de Abril de 2021

Moro pede que PGR abra inquérito contra presidente do Conselho Federal da OAB

AUDIÊNCIA BRASIL, Administrador
Publicado por AUDIÊNCIA BRASIL
há 2 anos


O ministro da Justiça, Sérgio Moro, pediu que a Procuradoria-Geral da República instaure inquérito para investigar o presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz, por crime contra a honra. Numa entrevista, Santa Cruz disse que o ministro "banca o chefe da quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não investigadas". Para Moro, a declaração teve o intuito de caluniá-lo.

A fala de Santa Cruz está relacionada à informação de que Moro destruiria as provas encontradas nos celulares dos hackers presos em julho. No requerimento enviado à PGR, Moro diz que "atribuir falsamente ao ministro da Justiça e Segurança Pública a condição de chefe de quadrilha configura em tese o crime de calúnia".

Ainda segundo Moro, a declaração de Santa Cruz "repercutiu na esfera subjetiva deste subscritor, em seu sentimento e senso de dignidade e decoro, visto que também sugere uma conduta arbitrária no exercício das relevantes funções de Ministro de Estado, de ingerência e interferência na Polícia Federal, acarretando também a tipificação nos crimes de injúria e difamação".

O ministro pede que a PGR apure os crimes mencionados e adote as providências necessárias "voltadas à responsabilização do ofensor". Nem o presidente da OAB, nem a PGR se manifestou sobre o caso até o momento.

O requerimento é mais uma investida do governo contra Santa Cruz. Esta semana, a Petrobras comunicou o advogado a rescisão de um contrato. Santa Cruz representava a empresa numa ação rescisória trabalhista que economizou à estatal cerca de R$ 5 bilhões.

A rescisão aconteceu na esteira da declaração desastrosa do presidente Jair Boslonaro sobre o presidente do Conselho Federal da OAB. Na saída do Palácio da Alvorada, o presidente disse a cinegrafistas que poderia contar a Santa Cruz o que aconteceu ao pai dele.

Fernando Santa Cruz foi sequestrado e morto por oficiais das Forças Armadas em 1974, durante a ditadura militar, quando Felipe tinha dois anos. Logo depois da declaração, a Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos do governo divulgou laudo da Aeronáutica que comprova que Fernando Santa Cruz foi morto nas dependências do Estado.

Ato contínuo, Bolsonaro trocou quatro membros da comissão. O Ministério Público Federal já pediu explicações.

Clique aqui para ler a representação de Moro.

(Fonte: Conjur)

📰 Leia também:

➡️ Mega Combo de Petições - 14 x 1 - Revisão da Vida Toda, Previdenciário, Bancário, Penal, Cível, Tributário e muito mais...

➡️ Aprenda todos os detalhes de como entrar de forma correta com a Ação de Correção do FGTS...

➡️ Restituição do ICMS da Conta de Luz - Material Completo - Inclui planilha de cálculo detalhada e atualizada para apuração mensal do valor do ICMS

9 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Moro sempre será uma referência positiva para a Sociedade Produtiva, Responsável e de Bem. continuar lendo

"...mais uma investida do governo contra Santa Cruz." Não se trata disso. Tanto o Presidente eleito, quanto o Ministro Moro, estão repletos de razão. Suas colocações não foram apropriadas. continuar lendo

O presidente da OAB está prestando um desserviço à classe na minha opinião. continuar lendo

Parece que Bolsonaro e Moro salvaram a OAB. Uniu a classe na defesa de seu presidente , que foi ofendido pelo eleito nessa Revolução dos Idiotas. continuar lendo

Sr. Emilio:
Que tipo de inteligência chamaria a maioria esmagadora da população brasileira de idiota?
Ou estamos assistindo a uma inversão de valores? continuar lendo

Sr...... José. Qualquer cidadão que conhece um pouco de política e sabe quem é Bolsonaro, um sujeito vagabundo, aposentado aos 33 anos, passou 28 anos pegando o salário de fantasmas no seu gabinete, que fala em armas , mas, quando precisou agir entregou a moto e a pistola para os bandidos, sabe, que essa foi uma verdadeira revolução dos idiotas. Ganhou da do Collor. Mas nem tudo esta perdido, basta tirar o Bolsobode da sala que esse governo pode dar certo. Mourão nelle. continuar lendo